1992 – O nascer da Fundação

Morreu um anjo. A 30 de abril 1989 Jorge Alexandre Pinto Antunes sucumbe após acidente de automóvel. Incrédula, a família cai num estado de profunda tristeza.

No adeus ao filho afirmam que “ A recordação das suas virtudes servirá de exemplo e consolação para os que choram a sua ausência”.

Nasce assim a Fundação Jorge Antunes, criada em homenagem póstuma a Jorge Alexandre Pinto Antunes com o propósito de apoiar e contribuir para a formação integral dos jovens, bem como contribuir para a reinserção social dos mais carenciados.

Escolhe-se uma casa emblemática na Rua Dr. Abílio Torres, que outrora funcionou como Casa de Pobres, para receber tão nobre propósito e têm início as obras de remodelação. Decorrem ainda os trabalhos de remodelação e em 1992 já a Fundação Jorge Antunes cumpre os seus desígnios apoiando diversas iniciativas dirigidas à juventude, numa altura em que os problemas associados à toxicodependência assolam Vizela.

Pretende mais informações?

Para qualquer tipo de informação adicional não hesite em contactar-nos.